Investimentos: quais os principais tipos de Renda Fixa?

mostramos aqui no blog, mas vale a pena repetir o que significa Renda Fixa.

Trata-se de um investimento em que é possível saber qual será o lucro antes de realizar a aplicação. É isso que traz a segurança e praticidade para o seu rendimento financeiro.

Dentro desta opção de investimento, existem diversos títulos à disposição.

Então, para te ajudar, separamos os principais deles. Desta forma, ficará mais fácil entender a melhor maneira de investir em Renda Fixa.

Antes, veja também:

Classificação dos investimentos em Renda Fixa

A Renda Fixa pode ter investimentos pré-fixados ou pós-fixados:

#Pré-Fixados

O próprio nome já diz, você já sabe qual será o seu rendimento exatamente ao realizar a operação. 

#Pós-Fixados

Neste, você só saberá quanto será o seu lucro no fim do período da aplicação. Apesar de ser possível fazer algumas simulações, os investimentos pós-fixados são influenciados por alguns índices variáveis como CDI, taxa Selic ou IPCA.

Principais tipos de investimentos em Renda Fixa e suas características

Agora sim, conheça os principais tipos de títulos para realizar seu o investimento em Renda Fixa e analise qual o que se encaixa no seu perfil.

CDB – Certificado de Depósito Bancário

O CDB pode ser pré e pós-fixado.

Como funciona?

Primeiro, o banco emite um título. Em seguida, você compra esse título e no final da aplicação, recebe os juros.

Bem simples e muito seguro, você não precisa se preocupar porque o investimento tem a garantia do Fundo Garantidor de Crédito, o FGC.

Isso significa que se acontecer algum problema com o banco, como uma falência, você não perde o que investiu, é assegurado a você o valor de até 250 mil reais por CPF.

LCI – Letra de Crédito Imobiliário e LCA – Letra de Crédito do Agronegócio

Mais uma vez, há a garantia do FGC, mas neste caso não é preciso declarar no Imposto de Renda e o banco utiliza o dinheiro para disponibilizar empréstimos para o setor imobiliário ou para o agronegócio.

Tesouro Direto

Veja a diferença:

– No CDB (citado no primeiro item deste artigo)> como se você estivesse emprestando dinheiro para o banco;

– No Tesouro Direto> o empréstimo seria para o Governo Federal, que o usaria para cumprir com valores de contas e projetos públicos.

Assim como todos os títulos em renda fixa, começar é muito seguro, além de fácil, com apenas R$ 30, já é possível investir.

Importante: ele está atrelado à taxa Selic. Precisou resgatar o dinheiro antes? Fique tranquilo, você não vai perder o seu dinheiro.

LA – Letra Financeira

Já na opção LA, o investimento inicial é mais alto.

Para aplicar, você deve disponibilizar, no mínimo, em torno de 150 mil reais com prazo mínimo de aplicação de 2 anos, ou seja, este valor não poderá ser resgatado por 2 anos. 

Ainda está em dúvida sobre qual tipo de investimento em renda fixa escolher?

Analise se você não precisa do dinheiro mais rapidamente ou se pode investir a longo prazo. E quanto à isenção do Imposto de Renda, isso pesa na sua escolha? Tudo vai depender do seu objetivo.

Mas como investir dinheiro é coisa séria, você não precisa fazer isso sozinho(a).

Você pode contar com a nossa ajuda: www.previsaocontabilidade.com.br