Tudo o que você precisa saber sobre o Livro Caixa

O conceito é simples, mas nem todo mundo sabe como funciona o Livro Caixa, ferramenta contábil muito presente na vida dos profissionais da saúde. Este artigo é para você, que ainda tem dúvidas sobre como utilizar todos os benefícios dessa ferramenta a favor do seu negócio.

 

O que é o Livro Caixa?

O Livro Caixa é um documento que registra as entradas e saídas financeiras, em ordem cronológica, da sua clínica ou consultório. Ele vale especialmente para os profissionais autônomos, que trabalham como pessoa física. No Livro Caixa, só é possível informar o que entra e sai de dinheiro em um determinado período, desconsiderando as previsões de movimentações financeiras futuras.

 

Como é feito o registro no Livro Caixa?

O registro é feito por meio de planilha ou sistema, a ser preenchido mensalmente, com a informação da data, um breve histórico do exercício do mês e a notificação dos créditos e débitos referentes ao negócio, com o seu respectivo saldo.

 

Para que serve o Livro Caixa?

O Livro Caixa serve, principalmente, para fornecer elementos para apuração do Imposto sobre a Renda. Muitos valores informados nele são dedutíveis, reduzindo o total a ser pago ao Fisco, mês a mês. Os profissionais liberais que emitem recibos aos seus pacientes devem ficar atentos à apuração e pagamento do imposto sobre a renda auferida no mês, através do DARF 0190, denominado carnê-leão. A legislação Federal prevê cobrança de multa sobre valores recolhidos após o vencimento do tributo, declarados na Declaração de Ajuste Anual.

Além disso, o Livro Caixa funciona como um demonstrativo da realidade financeira do negócio, registrando as principais fontes de renda e de despesa, e permitindo a adoção de medidas conscientes: se o resultado estiver negativo, é possível saber exatamente para onde está indo cada centavo, facilitando o equacionamento de despesas e receitas.

 

Quais despesas podem ser deduzidas do Imposto de Renda?

São várias:

– Despesas de custeio, como aluguel, condomínio, água, energia elétrica, internet e telefone.

– Despesas relacionadas à participação em eventos de capacitação profissional, como congressos e seminários. Isso inclui inscrições, passagens, hospedagem e deslocamento.  

– Despesas com a compra de softwares, equipamentos, livros, assinaturas de publicações da científicas, entre outros.

 

Há um limite para preenchimento do Livro Caixa?

Sim. O limite mensal das deduções é o valor total das receitas recebidas naquele período. Se por algum motivo as despesas forem superiores às receitas, é possível somar o valor remanescente aos meses futuros, desde que ele não ultrapasse os valores da receita de cada mês. Também não é possível transferir a diferença de dezembro de um ano para janeiro do ano seguinte.

 

Quem pode preencher o Livro Caixa?

Em tese, qualquer pessoa que tenha acesso às informações financeiras do negócio. Pode ser o próprio profissional da saúde, desde que tenha tempo e organização para isso, ou a própria secretária, que deve estar bem orientada sobre o que deve ou não constar no Livro Caixa. O importante é não deixar passar nenhuma informação que possa fazer falta no momento da declaração do Imposto de Renda. Isso impacta diretamente no valor a ser pago ou restituído.  

Se você ainda tem dúvidas sobre o funcionamento do Livro Caixa, conte com a ajuda de uma contabilidade especializada em médicos e profissionais da saúde. Ela cuidará de todos os detalhes para que a sua declaração de Imposto de Renda seja a mais vantajosa possível, fazendo com que você não precise pagar nenhum centavo a mais do que é realmente devido.